quarta-feira, 8 de abril de 2009

Sobre estafa e doenças co-relacionadas

Sou obrigada e a assumir:
Estou estafada (para os leigos - stressada).
Isso parece meio patético e normal considerando a situação Global depois dos problemas relativos ao sub-prime Norte-americano, mas para mim não é.
Sempre fui tensa, as vezes acho que violinos são frouxos perto de meus tendões. Isso para mim sempre foi normal, nunca imaginei que o fato de eu ter problemas para relaxar pudesse ser uma espécie de doença ou que pudesse ser tratada.
No meio do ano passado comecei a fazer acupuntura, isso um pouco antes de eu me descobri enquanto uma pessoa excêntrica (fora do centro), e foi a coisa mais estranha do universo perceber que tenho problemas para relaxar e falar sobre o assunto.
A pouco (dezembro) descobri que forcei tanto meu corpo que consegui uma lesão. Como não percebi isso antes? Explico: sempre convivi com dor, pois meu querido corpo sempre reage com muita "animação", por assim dizer, a qualquer produto químico (medicamentos) que tomo. Sofro muito com reações adversas (aquelas reações que ninguém explica...), e como um método louco de evitá-las não tomo analgésicos! Se de um lado não sofro com as temidas reações, por outro fico pouco alerta em relação as dores, que nada mais são que um alerta do corpo para problemas. Assim está explicada a lesão.
Tive muitos problemas na faculdade (peguei dp's por não conseguir fazer as provas, mesmo estudando) e no trampo (existem poucas atividades que posso realizar). Meus professores, companheiros de grupo de trabalho, chefes e colegas de trampo estão excessivamente "felizes" comigo!
Agora consegui lesionar meu outro braço. E minha vontade de estudar e trabalhar, que já não era muita, agora desapareceu quase por completo.
A parte mais estranha disso tudo é que estou assustadoramente calma. Não tive crises de hiper-ventilação, de nervosismo, mas devo reconhecer que ainda tenho problemas para relaxar...
E a dor continua e eu tento não piora-la... Mas está complicado.
Fui.
Muito Obrigada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada é imutável.
E opiniões auxiliam na tarefa de mudar mentalidades.
Tente a sorte, quem sabe você consegue...