segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O que bitch quer dizer ...

O que bitch quer dizer: Garota sem vergonha.

Garota Sem Vergonha Doctor MC's

 Ah! Os clássicos dos anos 90! O lirismo, o belo desenvolvimento textual... Sinto as lágrimas. Aff!
Mas porque esta escolha de música para ilustrar o título?
É que ando muito da sem vergonha na hora de escrever. Ando mega super extra preguiçosa para escrever, mas aproveitando o ensejo lá vamos nós...

Coisa que fiz no mês de Agosto:
Fui ao aniversário de minha irmã no Esquina Paulistana, que fica perto da Avenida Sumaré. O legal do lugar é que fazendo a reserva, por um preço mínimo a consumação é livre. O que significa que comi muitos petiscos de pizza (coisas de paulistano! Pizza em pequenos pedaços para comer com guardanapo. Somos nojentos, sabe? Comemos pizza em pratos...) e muita cerveja.  Dieta pra que, né?

Coisas que fiz no mês de Setembro

Que eu lembre não fiz nada muito espetacular, acho até que fiz o percurso trampo, aula, casa.
Ah! Lembrei! Fui para o treinamento de ATE (Assistente Técnico Eleitoral - aka Babá de mesário), que consistia em um vídeo muito do precário sobre os mesários que mais trabalharam nas eleições (no melhor estilo heróis da resistência) e saber onde eu ficaria nestas eleições. 

Gente, todas as escolas de minha região tem MILHARES de escadas. Sei que existe um projeto meio capenga de abertura das escolas públicas para os portadores de deficiência. Lindo, na teoria. Como funciona a parte da acessibilidade em uma escola que não tem rampa? Oi?
Para tirar esta coisa ruim de nego que só aparentemente é letrado, eis que fui no niver de minha amiga no Frango com Tudo, que faz parte do conglomerado da tal da Lílian Gonçalves, que fica na Rua Canuto do Val, Santa Cecília, tem um resumo deste lugar, que está em algum post perdido...
Sem mentira, gastei 50 dinheiros em sucos e água com gás. Porque ser saudável não é nada, mas estar sóbria e gravar pessoas dançando Justin Bieber, isto  não tem preçooooooooooooooooo!
Bibetes:

Coisas que fiz no mês de Outubro (tipo, além de escrever né?)

Fui trabalhar no Sábado dia 02/10 montando seção eleitoral e no Domingo dia 03/10 passando raiva com gente que só aparentemente é alfabetizada. E não estou escrevendo sobre os eleitores, certo?

Creio eu que mesário, antes de mais nada, é uma forma de vida baseada em carbono letrada. Minto, eu acreditava nisso até ver documento ser entregue errado, atas não preenchidas (tem uma livreto com orientação para os mesários, que também passaram por treinamento melhor que o meu, onde está escrito com letras garrafais sobre a necessidade de preencher este cazzo!) e documentos não assinados. 
Resultado da novela: fiz step (já escrevi que a escola onde fiquei tinha dois lances de escadas com 20 degraus cada? se não acabei de descrever) por exatos 10 km (olha, tenho certeza mais que absoluta por que por acaso estava com o celular de minha irmã que tem podômetro ) ganhei 8 folgas (desculpaê que sou linda! sou ricah!) e fui dispensada do 2º turno. Fiquei meio triste pelas folgas que não consegui mas quando me conscientizei que: no mesários e posso viajar sem medo de processo federal, meus olhinhos brilharam!!!

Passando este perrengue eis que só me diverti.
Fui no aniversário de minha amigo no dia 08/10 na Casa dos Artistas, da tal da Lílin Gonçalves, este lugar me leva a algumas considerações: antes de reservar qualquer lugar para eventos favor confirmar a agenda. Minha amiga caiu nesta roubada. Pensava que como no dia que ela foi ia ter samba, mas demos de cara com a liga geriátrica (sei que um dia envelhecerei e participarei da liga das senhoras de cabelo roxo e sem noção, mas ainda tenho tempo beleza? Não gostou, pena) e uns tiozinhos detonando os clássicos brega, mas depois das 23h00 o negócio melhorou, entrou uns caras levemente gatos para cantar sertanejo.
O lugar tem 3 ambientes, dois que cheiram a roupa guardada desde a aurora dos tempos e um com pole dance e ar condicionado, que não tem cheiro nenhum.

Acredito que o cheiro de roupa velhíssima seja devido aos relicários (não consigo imaginar um nome melhor, são molduras de vidro com roupas de artistas bregas dependurados na maior parte da casa).

O melhor para o final: no ambiente principal tem algo que de longe parece um palco de teatro de variedades saído direto do Moulan  Rouge, acho que minha amiga tem fotos, se der "buto" aqui.

O resto de feriado fiquei em casa dormindo que nem tenho tanta disposição monetária, mais isso mudará pois serei muito RICA!

Depois escrevo sobre minha novela do Passaporte.

Por hoje é só

Fui!

Resto do Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada é imutável.
E opiniões auxiliam na tarefa de mudar mentalidades.
Tente a sorte, quem sabe você consegue...